Mais de 120 migrantes chegaram a Fuerteventura, Grande Canária e La Graciosa

Migrantes de origem subsaariana e magrebina chegaram em três barcos às ilhas espanholas de Fuerteventura, Grande Canária e La Graciosa.

DN/Lusa
Migrantes chegam num barco de resgate a Fuerteventura, nas ilhas Canárias | foto EPA/JAVIER MELIAN
Migrantes desembarcam no porto de Fuerteventura | foto EPA/Carlos de Saa
 | foto EPA/JAVIER MELIAN

Cento e vinte e cinco migrantes de origem subsaariana e magrebina chegaram nas últimas horas em três barcos às ilhas espanholas de Fuerteventura, Grande Canária e La Graciosa.

Segundo dados do Salvamento Marítimo e do Consórcio de Emergências de Lanzarote, a primeira das embarcações, um barco pneumático, foi localizado a cerca de 84 quilómetros ao sul de Morro Jable (Fuerteventura).

A Guardamar Talía resgatou de madrugada os 56 ocupantes (44 homens e 12 mulheres subsaarianos), que foram transportados para Puerto del Rosário.

Também de madrugada foi detetada a chegada à praia de Arguineguín, no sul da Grande Canária, um bote com 33 pessoas de origem subsaariana (32 homens e uma mulher).

Já na manhã desta terça-feira um bote com 36 magrebinos a bordo chegou por meios próprios a Caleta de Sebo, em La Graciosa, tendo sido transferidos para o porto de Órzola (Lanzarote) pelos serviços de emergência.