CAN. Sobe para oito o número de mortos em debandada no exterior do estádio Olembe

Os Camarões, orientados pelo português António Conceição, venceram por 2-1 a seleção de Comoros e apuraram-se para os ​​​​​​​quartos de final da competição.

DN/Lusa
© Twitter

Pelo menos oito pessoas morreram e 38 ficaram feridas esta segunda-feira numa debandada de adeptos na entrada do estádio Olembe em Yaoundé, que acolheu a vitória dos Camarões sobre Comoros (2-1), nos oitavos de final da Taça das Nações Africanas (CAN) de futebol.

Num comunicado divulgado pela emissora estatal camaronesa, a CRTV, o ministro da Comunicação, René Emmanuel Sadi, disse que sete dos feridos encontram-se em estado grave.

O anterior balanço apontava para seis mortos.

Cerca de 50 mil pessoas tentaram entrar para assistir à partida num recinto com 60 mil lugares, ainda que com restrições de público devido à pandemia de covid-19.

Os Camarões, orientados pelo português António Conceição, venceram por 2-1 a seleção de Comoros e apuraram-se para os quartos de final da competição.

Os factos ocorridos no exterior do estádio só foram tornados públicos após o encontro, com o país a receber o torneio pela primeira vez em meio século.

Os anfitriões voltam a jogar no sábado, contra a Gâmbia, outra estreante na fase final do torneio, que hoje eliminou a Guiné (1-0).

Notícia atualizada às 08:35 de terça-feira (25 de janeiro)