Ameaça de avião russo interrompe conferência de Pedro Sánchez na Lituânia

Primeiro-ministro espanhol estava a dar uma conferência conjunta com o presidente lituano numa base militar quando um avião teve que descolar e obrigou a interromper a cerimónia.

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez foi obrigado a interromper esta quinta-feira uma conferência de imprensa numa base militar na Lituânia devido a um alerta aéreo com um avião russo. O governante espanhol e o presidente lituano Gitanas Nauseda estavam a falar em direto a partir da base de Siauliai, quando um avião Eurofighter que se encontrava atrás de ambos teve que descolar de emergência devido à presença de pelo menos um avião russo naquele espaço aéreo.

Nauseda estava a falar quando um militar se aproximou dos dois líderes e lhes explicou a situação. De acordo com fontes citadas pela imprensa espanhola, os militares lituanos receberam um alerta de invasão por parte de pelo menos um avião russo e tiveram imediatamente que descolar. Cerca de meia hora depois, os dois políticos prosseguiram a conferência de imprensa na base de Siauliai.

Sánchez está a realizar uma visita de três dias pelo Báltico. Esta quinta-feira começou na Lituânia uma visita às tropas espanholas em missão na NATO naquele país e tem previsto vários encontros com governantes, entre eles com Svetlana Tijanovskaya, líder opositora da Bielorrússia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG