71.400 pedidos de asilo em novembro. É o 2.º valor mais alto desde 2016

Os afegãos continuam a ser os principais requerentes de asilo na União Europeia, Noruega e Suíça.

A União Europeia, Noruega e Suíça (UE+) registaram em novembro de 2021 cerca de 71.400 pedidos de asilo, o segundo valor mais alto desde 2016, segundo dados hoje divulgados pela Agência Europeia para o Asilo (AEA).

De acordo com os dados da AEA, o número de pedidos de asilo registados em novembro subiu 9% face a outubro, o segundo maior desde a chamada crise de refugiados, em 2015.

Os afegãos continuam a ser os principais requerentes de asilo e apresentaram, em novembro de 2021, cerca de 13 mil candidaturas o segundo maior número em cinco anos, só ultrapassado pelo recente pico em setembro, depois de em agosto os talibãs terem recuperado o poder em Cabul.

Os sírios (11.500) apresentaram o maior número de candidaturas desde 2016, tendo sido registado ainda um aumento de pedidos de proteção internacional por iraquianos, com 4.300, mais 30% do que em outubro, venezuelanos (3.300, mais 32%), paquistaneses (2.800, mais 22%) e colombianos (2.500, mais 41%).

O número de pedidos de asilo de menores não acompanhados foi de 3.200 em novembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG