Pelo menos duas crianças morreram em sismo no leste da República Democrática do Congo

Abalo foi de 5,6 na escala de Richter. Morte das duas crianças foi causada por desmoronamento de habitação.

Pelo menos duas crianças morreram esta noite na sequência de um sismo que abalou o leste da República Democrática do Congo, informa a agência de notícias France Presse.

Houve um "tremor de terra esta noite (...) no leste da RDCongo, de magnitude 5,6 na escala de Richter" e "uma casa desabou" perto do aeroporto de Bukavu, "causando a morte de duas crianças", disse Lambert Mende, porta-voz do Governo, numa mensagem à imprensa.

Bukavu é a capital da província de Kivu do Sul, onde um sismo fez sete mortos em 2008.

Houve um "grande susto em Goma", capital da província vizinha do Kivu do Norte, "mas o epicentro do sismo situou-se no lago Tanganica, perto de Bukavu, segundo o Observatório Vulcanológico de Goma", sublinhou Mende.

Um jornalista da AFP em Bukavu indicou que três tremores foram sentidos entre as 03:15 e as 03:50 locais (02:15 e 02:50 em Lisboa). O primeiro sismo, que durou pelo menos cinco minutos, foi o mais forte.

O terramoto foi sentido em Walungu, a 70 quilómetros a noroeste de Bukavu.

A 03 de fevereiro de 2008, um tremor de terra no leste da República Democrática do Congo fez 45 mortos - sete no Kivu do Norte - e 38 no Ruanda, e centenas de pessoas ficaram feridas nos dois países.