Rubalcaba abandona liderança do PSOE

O secretário-geral do Partido Socialista espanhol, Alfredo Pérez Rubalcaba, anunciou a demissão da sua equipa e a organização de um congresso extraordinário do PSOE a 19 e 20 de julho depois da derrota nas europeias.

O PSOE obteve o pior resultado da sua história nas europeias, conseguindo apenas 23% dos votos e elegendo 14 eurodeputados (tinha 23). O Partido Popular, do primeiro-ministro Mariano Rajoy, conquistou 26% dos votos e 16 eurodeputados (tinha 24).

"A responsabilidade destes resultados é do secretário-geral. Tem que ser uma nova direção a assumir a mudança", afirmou em conferência de imprensa, após a reunião da direção do partido."O que faço é assumir a responsabilidade pelos maus resultados e esta decisão foi minha", acrescentou.

"É um exercício de assumir da responsabilidade política que temos que fazer imediatamente", acrescentou. "Faria mal [o PP] em não ler os resultados de fundo de que a crise política está aí e afeta os dois partidos", referiu.

Juntos, PP e PSOE perderam cinco milhões de votos em Espanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG