Rajoy e Cameron vão reunir-se para discutir Gibraltar

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, e o homólogo britânico, David Cameron, vão reunir-se hoje em São Petersburgo, à margem da cimeira do G20, para analisar a situação de Gibraltar, informou a agência Efe.

O encontro vai realizar-se a pedido de Cameron, segundo fontes do Governo espanhol citadas pela Efe.

De acordo com as mesmas fontes, Rajoy irá reiterar a posição do Governo espanhol perante a tensão gerada pelas autoridades de Gibraltar de lançar ao mar blocos de cimento para impedir a pesca por navios espanhóis.

O Governo espanhol defende que esta tensão não está relacionada com a soberania do Rochedo e diz-se disposto a implementar todas as ações legais ao seu alcance para que Gibraltar retire os blocos de cimento do fundo do mar.

Esta será a primeira reunião entre Rajoy e Cameron desde o início desta polémica, apesar de o primeiro-ministro espanhol ter falado ao telefone com o homólogo britânico a 07 de agosto, tendo-lhe dito que a ação unilateral das autoridades de Gibraltar de lançar os blocos de cimento ao mar era "inaceitável".

Rajoy disse a Cameron que Espanha e o Reino Unido são países "parceiros, amigos e aliados", pelo que os "conflitos entre ambos terão de ser resolvidos com honestidade", manifestando a vontade de se encontrar rapidamente uma solução para o conflito que gerou em Espanha um "profundo mal-estar e uma grande preocupação ao prejudicar o meio ambiente e a atividade pesqueira".

Cameron manifestou as suas "preocupações" sobre Gibraltar e reiterou que a posição do Reino Unido sobre a soberania do Rochedo não mudará.

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, José Manuel García-Margallo, afirmou esta semana no Congresso que Gibraltar "é, foi e será uma prioridade nacional", mas garantiu que não é o momento para discutir a soberania.

Espanha e o Reino Unido têm apelado ao diálogo para procurar uma solução a este assunto, mas até agora ainda não foi alcançado qualquer acordo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG