Aos 12 anos transformou legos numa impressora de braille

Shubham Banerjee, que vive na Califórnia, transformou um kit dos famosos blocos de construção numa impressora para ajudar os cegos a ler. E já tem o apoio da Intel.

Um panfleto que pedia ajuda para os deficientes visuais, um kit Lego Mindstormes EV3 e a imaginação de Shubham Banerjee foram os ingredientes necessários para a criação de uma impressora de braille seis vezes mais barata do que as existentes no mercado. Uma invenção só por si revolucionária, mas que ganha ainda maior destaque por ter sido desenvolvida por um adolescente de 12 anos, que frequenta o oitavo ano de escolaridade em San José, na Califórnia, e que já conta com o apoio financeiro da Intel.

"Isto é tão fácil de fazer que até a minha irmã mais nova consegue", diz Banerjee num dos vídeos do YouTube em que mostra como funciona a sua impressora. Esta foi criada a partir de um kit da Lego equipado com um miniprocessador, pensado para a construção de um pequeno robô, que está à venda por 349 dólares (280 euros). A esse kit, Banerjee juntou outros materiais comuns, que lhe custaram cinco dólares (quatro euros). As atuais impressoras estão à venda por mais de dois mil dólares.

Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG