Evasões

Evasões

O Cais do Sodré tem petiscos brasileiros até de madrugada

«Na beira do rio, embaixo do Cristo». A localização do Boteco da Dri, no Cais Gás (onde existiu o restaurante Pescaria) não podia casar melhor o ambiente tropical do Rio de Janeiro com a frente-ribeirinha lisboeta, cada vez mais internacional. Mas – garante Renato Castro Santos – este não é um restaurante brasileiro dado aos clichés: como boteco que é, tem na carta a picanha, o pão de queijo e a mandioca frita, sim, mas também outros pratos do dia-a-dia dos cariocas. É o caso da sanduíche de pernil servida com queijo e abacaxi e do picadinho carioca que se […]

Evasões

Lisboa tem um buffet de cozido à portuguesa por 10euro

Carnes, legumes, enchidos, batatas, cenoura, couves, arroz e feijão, tudo à discrição. É assim o buffet de cozido à portuguesa disponível desde há duas semanas no restaurante O Padeiro, na Avenida Elias Garcia. (Vídeo: O Padeiro/Facebook) O buffet daquele que é um dos pratos portugueses mais típicos custa 10 euros por pessoa e permite encher o prato as vezes que se quiser. No valor estão incluídos também água e vinho à discrição, uma variedade de sobremesas e café. Sextas-feiras e domingos são os dias em que o buffet está disponível, sempre das 11h00 às 15h00. Ao domingo convém ir mais […]

Evasões

Os portugueses estão fartos do que comem à hora de almoço

«Outra vez arroz?». A pergunta pode não ser despropositada quando se fala do que os portugueses acham da diversidade dos seus almoços no trabalho. Um estudo da YouGov – uma empresa líder internacional em pesquisa de mercado – mostra que 31% dos trabalhadores admite «sentir monotonia com o consumo do mesmo menu de almoço todos os dias». A sensação deve-se, segundo o estudo, ao facto de as opções de almoço serem quase sempre as mesas para um em cada quatro pessoas: sanduíches feitas em casa (33%), saladas (33%) e massas (32%). Logo a seguir, há quem almoce pratos de cozinha […]

Evasões

Ilha: conheça o delfim dos vinhos madeirenses

Conheci Diana Silva há mais de dez anos, ainda existia o Manifesto de Luís Baena e Marlene Vieira em Santos. Era escanção no que foi o mais vanguardista restaurante de Portugal até hoje, expoente supremo da cozinha molecular e evolutiva entre nós. Estando em vésperas de partir para a Madeira para mais uma exploração restaurativa da ilha, a francamente jovem Diana ia cumprindo a ordem de serviço, ao mesmo tempo que me ia lançando reptos acerca das boas mesas da Madeira. Dos vinhos falava com paixão e conhecimento, harmonizando bem com as complexas criações do chef Baena. Estava eu longe […]

Evasões

Lisboa: abriu um italiano na Baixa com pizas e muito mais

O nome remete logo para uma espécie de frente-a-frente. Neste caso, poderia ser entre Mona Lisa e Cicciolina, mas não é. É entre os pratos italianos mais tradicionais e as pizas que são, por todo o mundo, um dos principais embaixadores do país em formato de bota. Mesmo quando o assunto são os tipos de massa e composição há rivalidades. Tanto assim é que na cozinha do Mano a Mano existem dois fornos a lenha da Valoriani (marca italiana de culto na produção de fornos), para cozer as pizas napolitanas a 500º e as romanas a 300º. Os produtos são, […]

Evasões

Vem aí um (assustador) éclair de Halloween

«Doçura ou travessura?». Esta é a pergunta que mais se ouve na época do Halloween (Dias das Bruxas, em português) e a resposta, para a Leitaria da Quinta do Paço, do Porto, está mesmo na ponta da língua. Doçura, ou não fosse o novo éclair temático da emblemática leitaria portuense um concentrado de doces. O éclair de Halloween deste ano conta a história de uma bruxa entretida a fazer uma opção «deliciosamente horripilante» – palavras da marca -, diretamente no seu caldeirão. E tudo na forma de um éclair reinventado, com base de massa choux negra, recheio de crocante de […]

Evasões

Ferrugem: Minho à mesa no novo menu camiliano

A extensa obra de Camilo Castelo Branco não é parca em referências a comida. Livros como "Eusébio Macário", "Coração, Cabeça e Estômago" ou "A Brasileira de Prazins" são disso exemplo. E é mesmo neste último romance que o chef Renato Cunha, do restaurante Ferrugem, na Portela, Famalicão, se inspirou para criar o seu Menu Camiliano. O desafio foi lançado pelo Centro de Estudos Camilianos – Casa de Camilo, que se dedica à preservação e divulgação da obra do autor, gerindo também a casa onde o escritor viveu as últimas décadas da sua vida, em São Miguel de Seide, e a […]

Evasões

Evasões 360: Passeios de balão no Ribatejo e no Alentejo

Passeios de balão Não há melhor altura para passear de balão de ar quente do que esta. Fizemos dois passeios, um em Coruche, no Ribatejo, e outro em Fronteira, no Alentejo. Nantes A cidade francesa, terra natal de Júlio Verne, tem uma herança histórica pesada – ligada à escravatura e construção naval -, mas apostou nas artes para se reinventar. Roadtrip Se esta época é boa para andar de balão, também é para roadtrips. Escolhemos cinco estradas nacionais para fazer uma pequena (grande) viagem de carro. Passeio Ecológico A bicicleta é um dos melhores meios de transporte para conhecer um […]

Evasões

Grande Porto: 8 sítios onde beber cocktails de autor

Nesta seleção de lugares onde se pode saborear um ou mais cocktails de assinatura, no Grande Porto, há bebidas inspiradas em mulheres que deixaram uma marca na história, que fazem viajar para outros países ou que transmitem a ilusão de se estar a beber de um vaso com terra. São experiências com sabor mais ácido ou doce, sempre de saciar a vista. Percorra a galeria acima conhecer locais com cocktails de assinatura no Porto e arredores. Leia também: 7 ideias para aproveitar o fim de semana no Porto Porto eleito uma das melhores cidades do mundo Receitas: Aprenda a fazer […]

Evasões

Todos ao Douro: muito mais do que um rio

«Desculpem, desculpem, precisam de ajuda?" pergunta Tomás Roquette em inglês, visivelmente apreensivo, perante dois turistas que sobem a encosta, sozinhos, encaminhando-os de imediato para a receção. A Quinta do Crasto, uma das maiores quintas do Douro, com 135 hectares, 74 ocupados por vinhas, está numa fase de remodelação e isso faz com alguns visitantes se percam. Ainda assim, com ou sem obras, o administrador da empresa prefere que toda a gente faça a visita acompanhada, não vá o diabo despi-las. «As pessoas vão por aí acima e quando damos por ela estão na piscina. Uma vez encontrámos lá um casal, […]