Um mar de experiências únicas na Regata de Portugal

De 3 a 7 de outubro, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa recebe a Regata de Portugal, um evento inédito recheado de animação onde, para além de provas de vela, haverá ainda espaço para a música, a arte, a gastronomia e a sustentabilidade.

Celebrar a portugalidade é o objetivo da primeira edição da Regata de Portugal. Sob a temática do mar, um elemento que esteve sempre presente na história e ADN dos portugueses, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa recebe um evento repleto de atividades de 3 a 7 de outubro. Celebrar a portugalidade é o objetivo da primeira edição da Regata de Portugal. Sob a temática do mar, um elemento que esteve sempre presente na história e ADN dos portugueses, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa recebe um evento repleto de atividades de 3 a 7 de outubro. No dia 5 de outubro, a Regata de Portugal junta-se às comemorações especiais do dia da Implantação da República Portuguesa, contando com a presença do Navio Escola Sagres e a visita oficial do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

Um evento de entrada gratuita, que oferece a oportunidade única de assistir à etapa portuguesa da competição de vela do World Match Racing Tour. Bem perto da costa do rio Tejo, 12 equipas de velejadores, que reúnem o Top100 mundial, vão dar o seu melhor neste que é o mais importante circuito de vela profissional do mundo, a bordo dos seus velozes e ágeis catamarãs.

Enquanto os velejadores provam as suas habilidades no mar, em terra haverá animação para todos os gostos, com a temática do mar a servir como denominador comum: DJ Sets com vários nomes da música eletrónica portuguesa, exposições de arte com criações de artistas urbanos nacionais, atividades no Navio Escola Sagres e dois espaços gastronómicos comandados pelo Chef Vítor Sobral.

Com abertura do recinto às dez da manhã e encerrar à meia-noite, a Regata de Portugal promove 14 horas de festa por dia, num evento único que pretende receber um "mar de portugueses" no Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.