António Guterres

Ana Paula Laborinho

Isto de ser português

As histórias sucedem-se como se sucedem as opiniões, quase tantas como os dez milhões que somos. O presidente da Câmara de Cascais contou que durante o fim de semana havia quem passeasse uma trela sem cão para argumentar que cumpria a lei. Outros diziam que tinham a máscara no bolso e outros acumulavam-se à mesa do restaurante invocando o direito de resistência civil. As redes sociais enchem-se de informações e contrainformações, histórias de há meses ou anos apresentadas como se fossem ontem, locais que se fazem passar por outros e tantas, tantas entorses da realidade que perdemos a capacidade de nos encontrar neste espesso nevoeiro.

Morte de Ihor no aeroporto

"Não é crível que diretora do SEF não soubesse"

O advogado de Oksana Homeniuk, viúva do ucraniano que morreu a 12 de março sob custódia do SEF, diz que a sua cliente esta chocada com a entrevista da responsável daquela polícia. José Schwalbach crê que a assunção do crime de tortura deveria implicar reparação imediata para a família - como aconteceu em 1996 com a viúva do homem assassinado num posto da GNR.