Aveiro

Exclusivo

Liga Portuguesa contra o Cancro

"Há muitos diagnósticos precoces de cancro que não estão a ser feitos"

Na semana em que denunciou que mais de mil cancros terão ficado por identificar desde o início da pandemia, o presidente da Liga Portuguesa contra o Cancro reforça ao DN a importância de retomar a atividade dos centros de saúde, sobretudo para cancros como o colorretal e o do colo do útero. Vítor Rodrigues integra o grupo de peritos europeus para o rastreio do cancro, é professor de Epidemiologia e Saúde Pública na Universidade de Coimbra e acredita que estaremos "entre a segunda e a terceira" das quatro fases de uma pandemia. Sublinha a importância de envolver o setor privado neste combate, para evitar o colapso.

Exclusivo

Covid-19

Como apenas cinco festas fizeram 171 infetados e mais de 400 isolamentos

Os surtos com origem em reuniões familiares somam 67% do total. O norte é a zona mais afetada. Lisboa e vale do Tejo aparece em terceiro lugar, mas nesta região e no último mês, cinco eventos destes resultaram em 127 infetados e 407 isolamentos. Na região centro e no Algarve há menos, mas os que existem têm dimensões elevadas. O subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, alerta: "As pessoas estão cansadas da pandemia, mas o ser família não diminui os riscos."