Premium Antes de Rosa Mota ou Super Bock, o hóquei derrubou o Palácio de Cristal

Em 1951, o edifício do Palácio de Cristal estava quase em ruínas e foi demolido para ali se jogar o Mundial de hóquei em patins. No Pavilhão dos Desportos, mais tarde Rosa Mota, jogaram-se cinco mundiais. Houve o cerco ao congresso do CDS e até Gorbachev por lá passou.

Com um concerto dos Ornatos Violeta, o Pavilhão Rosa Mota abre nesta quinta-feira as portas ao público com polémica pelo meio. A designação oficial passa a ser Arena Super Bock - Pavilhão Rosa Mota, o que motivou o descontentamento da medalhada olímpica portuense. Por ver o seu nome secundarizado, Rosa Mota faltou à reinauguração do pavilhão no Palácio de Cristal, teve o apoio de muitos portugueses. Rui Moreira defendeu-se e argumentou que o nome da atleta nunca teve inscrição visível na fachada e que a nova designação resulta do acordo com o concessionário. Não foi a primeira polémica numa reinauguração do espaço - e já vamos na terceira, as outras foram em 1956 e em 1991, ano em que recebeu o nome de Pavilhão Rosa Mota.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG