Premium Julgamento de Manafort ameaça fazer ricochete em Trump

Ex-chefe de campanha do presidente começa hoje a ser julgado na Virgínia por evasão fiscal e fraude bancária, num caso que será seguido de perto em Washington pelo impacto que pode ter na investigação da alegada interferência russa nas eleições.

Entre as provas que os procuradores norte-americanos vão apresentar contra Paul Manafort haverá fotos da cascata que mandou construir no jardim de uma das suas quatro casas, do seu relógio de 21 mil dólares da marca Bijan (cujo slogan é "a loja mais cara do mundo") ou dos tapetes e antiguidades em que terá gasto dois milhões de dólares.

O objetivo é provar aos 12 jurados, que começam hoje a ser escolhidos no TribunalF ederal de Alexandria, na Virgínia, que o ex-chefe de campanha do presidente Donald Trump é culpado de 18 crimes de evasão fiscal e fraude bancária - acusações que o próprio continua a negar. Se for condenado arrisca uma pena de 305 anos de prisão.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG