Premium "A Indonésia ainda tem de admitir, de forma oficial, que invadiu Timor-Leste"

Há 20 anos, a 30 de agosto de 1999, realizava-se o referendo que daria a independência a Timor-Leste. O académico australiano Clinton Fernandes explica em entrevista a conjuntura regional e o modo como esta influenciou o curso dos acontecimentos na época.

Professor de Estudos Políticos e Internacionais na Universidade de New South Wales, na Austrália, Clinton Fernandes defende que a posição dos EUA foi decisiva, após o referendo de 30 de agosto de 1999, para a Indonésia aceitar a inevitabilidade da independência de Timor-Leste.

Na época do referendo, quais eram os principais equilíbrios regionais e que influência tiveram nos acontecimentos?
O aspeto internacional mais significativo foram as ações de solidariedade e as pressões exercidas pelos EUA sobre a Indonésia para permitir a entrada da força de manutenção de paz.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.