Premium A monofonia

Entre as razões que levaram especialistas na história da literatura, como o semiólogo Bakhtin ou o crítico Bloom, a considerar Dom Quixote de La Mancha a mais fundamental de todas as obras está o seu incomparável pioneirismo. Há até quem defenda que todos os romances posteriores reescrevem Dom Quixote ou o contêm implicitamente.

É a primeira narrativa conhecida de segundo grau, porque as personagens são mais importantes do que a ação e influenciam-na, ao contrário do que era tradição à época; e de terceiro, porque ação e personagens transformam-se mutuamente pela primeira vez na história da literatura.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG