Premium 66% dos jovens internados por crimes viviam em instituições

A maioria dos jovens internados em centros de reinserção social vivia em lares de acolhimento. E 87% eram acompanhados pelas Comissões de Proteção de Criança e Jovens.

Quem comete crimes e tem menos de 16 anos é considerado inimputável perante a lei portuguesa, mas é obrigado a cumprir "pena" no seu meio familiar ou em centros educativos, uma espécie de prisão para os delinquentes mais novos. Fechados à chave, vivem em edifícios vedados com arame farpado e obrigados a cumprir regras e a alcançar objetivos. Grande parte destes adolescentes e jovens (87%) estavam sinalizados e eram acompanhados pelas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

Já residiam numa instituição antes de serem detidos 66% dos jovens, proporção que tem vindo a agravar-se de ano para ano. São praticamente o dobro dos que têm medidas de proteção e residem com a família.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG