Premium Boris inicia na Escócia a defesa da união... sob ameaça de Brexit sem acordo

Primeiro-ministro do Reino Unido foi recebido com protestos em Edimburgo e por uma líder do governo escocês pouco satisfeita a ameaçar com um segundo referendo de independência. Em Londres, estão a ser acelerados os planos para uma saída da União Europeia sem acordo.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, foi recebido nesta segunda-feira com protestos na Escócia, no início de um périplo que o vai levar ainda ao País de Gales (no final da semana) e à Irlanda do Norte, com o objetivo de "renovar os laços que unem o Reino Unido". Durante a visita, o líder conservador anunciou a criação de um fundo de 300 milhões de libras para financiar projetos nas três nações, diante da ameaça cada vez mais concreta de um Brexit sem acordo.

Boris voltou a pressionar Bruxelas nesta segunda-feira, com a sua equipa a alegar que ele não vai participar em negociações com os líderes europeus a não ser que o bloco reverta a sua posição e permita a reabertura do acordo de saída - o próprio disse contudo que estava disponível para "estender a mão" e "fazer um esforço adicional" para conseguir um novo acordo.

Ler mais

Exclusivos