Premium Há quem esteja disposto a gastar centenas de euros em caixas-mistério vindas da 'dark web'

A moda das caixas-mistério não é propriamente uma novidade na internet. Mas quando os youtubers começam a apostar neste tipo de caixas compradas na dark web... o caso já muda de figura.

Comecemos pela ideia mais simples, a das caixas-mistério que podem ser adquiridas facilmente através da internet. O caso mais conhecido é o da caixa criada pela Loot Crate, em 2012, virada para um público mais geek: através de uma subscrição, é possível receber uma caixa, sem saber o conteúdo que lá pode vir dentro. O fator surpresa e o facto de não se saber se será um objeto digno para aumentar uma possível coleção dá um carácter extra à coisa.

No caso da Loot Crate, é possível escolher se quer uma caixa de anime, super-heróis, gaming... Além disto, ainda há a promessa de produtos exclusivos, criados especificamente para este tipo de público.

Rapidamente, a moda das caixas de subscrição começou a espalhar-se a outros negócios: hoje já é possível ter acesso a caixas de subscrição de roupa, livros, meias, vinho, produtos de beleza e muito mais.

No caso das caixas-mistério adquiridas através da dark web, conhecida como o mercado negro e nefasto da internet, tudo ganha contornos fora do padrão. E tem vindo a tornar-se uma moda entre os youtubers, conforme refere o site Shortlist.

Leia também:Acessos a sistemas de segurança de aeroportos estavam à venda na "dark web"

Há vários documentários sobre o assunto, como é o caso da série documental Dark Net, do canal norte-americano Showtime. Uma vez que não está assim tão acessível ao utilizador comum, a dark web é um lugar onde se torna possível encontrar tudo, desde drogas até assassinos contratados. Daí que estas caixas-mistérios criem tanta curiosidade entre o público - um dos youtubers, ImJayStation, tem mais de um milhão de visualizações no vídeo onde mostra o que é que recebeu com uma caixa comprada na dark web.

Os valores para receber algo que pode ir desde um cartão de aniversário para uma criança, uma chave-de-fendas ensanguentada, frascos com líquidos suspeitos ou até a iPads funcionais são altos - há quem tenha gasto 250 libras (perto de 280 euros), como foi o caso do youtuber Jude Somers. O vídeo onde mostra o conteúdo da caixa já foi visto mais de cinco milhões de vezes, com milhares de comentários à mistura.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG