Exclusivo Adeus aos Anjos

Qualquer fim ensina mais do que mil princípios. O fim de uma história, o fim de uma civilização, o fim de um tempo, o fim de um amor. Fazem-se contas e balanços, olha-se para o passado com olhos húmidos mas limpos, lavados de todos os filtros, a perspetiva acertada pela distância. Vemos o que fomos e o que nos fomos tornando, os voos e também as quedas. Todos os fins são quedas, por mais felizes, por mais que assim-assim.

As vidas são cheias de rotinas e permanências, mas as biografias realçam as mudanças: licenciou-se em História, publicou o primeiro livro, mudou-se para Londres, casou-se com a segunda mulher... E o resto é o que foi sendo, dias atrás de dias, a vida chã e comezinha: a 2 de fevereiro de 2012 foi levar o lixo, passeou o cão, organizou os livros de poesia por ordem alfabética e adormeceu no sofá a ver o Preço Certo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG