Premium Travolta: "Adoro ser um meme na internet"

John Travolta estreou nesta semana Gotti - Um Verdadeiro Padrinho Americano, crónica sobre o famoso mafioso americano. Entrevista com um homem feliz da vida e que parece ter o segredo da eterna juventude.

"Pareço o mesmo John de sempre? Bem, adoro quem me diz isso... Limito-me a fazer exercício, como razoavelmente e tento vestir-me bem. Não sei qual o meu segredo. Tenho uma boa vida e tento evitar as chatices." John Travolta parece rejuvenescido, apesar do cabelo implantado e com brancos. Está a promover o novo filme, Gotti - Um Verdadeiro Padrinho Americano, de Kevin Connolly. Um filme menor, como quase todos os que fez recentemente. Mas a verdade é que o entusiasmo do ícone parece estar ao nível de quando filmou Febre de Sábado à Noite, Grease - Brilhantina e Pulp Fiction. O dele e dos que com ele partilham o espaço, nem que seja numa conferência de imprensa, no hotel Carlton, em Cannes. Deve ser disso que se faz o brilho das estrelas.

Evitar chatices pode querer dizer não falar do novo filme? É que as críticas são mais que muitas. E negativas. Diz o ator: "Enfim, tento estar rodeado de pessoas que não tragam stresses desnecessários. Devemos mesmo evitar todos os stresses que não sejam fundamentais. Os stresses a sério conseguimos resolver, naqueles mais picuinhas é que temos de usar a nossa esperteza. Pergunto sempre ao pessoal que trabalha comigo porque estão a informar-me sobre este ou aquele problema e o que posso fazer em relação a isso. E, garanto-lhe, ninguém tem medo de vir com problemas para cima de mim. Claro que se me incomodarem a perguntar se o meu café está demasiado quente eu fico estranhamente afetado [risos]. Gosto de trabalhar com pessoas que, em vez de virem com problemas, tragam soluções."

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG