Premium Longe de ser uma simples história fantástica

Sou fã do ator Sean Bean. Por isso, ao vê-lo no cartaz que anunciava a estreia d"A Guerra dos Tronos, o compromisso de assistir à série ficou firmado. Confesso que não conhecia a obra de George R.R. Martin, embora alguns dos meus leitores já a tivessem recomendado. O primeiro episódio entusiasmou-me e decidi comprar os livros... Surpresa! Outras pessoas tinham tido a mesma ideia e muitos volumes estavam esgotados. Para os autores que se retraem ante a possibilidade de ter as suas obras adaptadas ao cinema ou à televisão, com receio de que elas sejam desvirtuadas, A Guerra dos Tronos é uma prova de que esses projetos podem ser concretizados com mestria e, no final, conduzir o público até aos livros.

Atualmente existem milhões de pessoas de todas as idades, diferentes culturas e credos viciadas n"A Guerra dos Tronos. Quem aprecia o universo fantástico não resiste a uma grande aventura, com personagens bem estruturadas, mistério, romance e magia. Ficamos deslumbrados pela espetacularidade das batalhas e apoiamos os heróis na sua infindável luta contra o mal... Porém, A Guerra dos Tronos está longe de ser uma "simples" história fantástica! E a sua multiplicidade intrínseca é, na minha opinião, a razão por que também conquista tantas pessoas que não têm no fantástico o seu género de eleição.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG