Exclusivo Viajantes, não turistas

A frase foi cunhada pelo escritor Paul Theroux e rapidamente se transformou num lema para todos os que desejam fugir à corrente: eu sou um viajante, não um turista. A expressão é interessante, mas falsa, sempre que viajamos por prazer somos turistas, por muito que evitemos os tuk-tuks e nos recusemos a tirar fotos empurrando a Torre de Pisa.

Nem todos os turistas são iguais, reconheço, há muitos que se interessam genuinamente pelo modo de vida local, tentam aprender algumas palavras, perguntam pela história e situação política e frequentam os cafés que lhes parecem mais "da gente". Porém... há uma parede invisível que separa o turista dos habitantes locais - a forma como olha, o galão com que acompanha o pratinho de dobrada, os bonés e as sombrinhas, as meias puxadas até meio da perna.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG