Aconteceu em 1886 - Inaugurada a Estátua da Liberdade em Nova Iorque

Há 133 anos, o presidente norte-americano Stephen Grover Cleveland inaugurava a estátua da Liberdade, em Nova Iorque.

Chegou desmontada em 350 peças espalhadas por 214 caixas, mas passados quatro meses, no dia 28 de outubro de 1886, o puzzle estava concluído. Foi há 133 anos que o monumento considerado Património Mundial da UNESCO e uma das Sete Maravilhas do Mundo foi inaugurado pelo então presidente dos Estados Unidos, Stephen Grover Cleveland.

A Liberdade Iluminando o Mundo é o nome oficial da icónica estátua oferecida pela França aos Estados Unidos, por altura das comemorações do centenário da independência norte-americana. Feita de cobre (que tem vindo a oxidar ao longo dos anos), a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, mede 92,99 metros, contando com o pedestal (que não foi pago pelos franceses). A figura da mulher com uma tocha na mão mede 46,5 metros.

Como os franceses não ofereceram o pedestal, os norte-americanos procederam a uma angariação de fundos que não se revelou tarefa fácil. E para a coroa de sete pontas - que representa os sete continentes e os sete mares - ser construída, o escultor Frédéric-Auguste Bartholdi, autor da obra, teve de exibir a tocha em Filadélfia na Feira Mundial de 1876 para juntar dinheiro.

A estátua que representa a deusa romana Libertas encontra-se na ilha da Liberdade e recebe cerca de 4,5 milhões de visitantes por ano. Na construção, Frédéric-Auguste Bartholdi contou com a colaboração de Eugène-Emmanuel Viollet-le-Duc e de Alexandre-Gustave Eiffel (que anos mais tarde seria o responsável pelo projeto da Torre Eiffel e pela Ponte D. Luís no Porto).

Em maio deste ano, depois de dois anos de construção, foi inaugurado o Museu da Estátua da Liberdade, onde são apresentados objetos alusivos à história e à cultura popular criada à volta do monumento. O museu inclui duas salas para apresentações cinematográficas ilustrativas do percurso de desenho e construção da estátua e oferece uma experiência "imersiva" aos visitantes, com vídeos sobre a história do monumento.