Exclusivo Entre Deus e o diabo, venha Diego e escolha

Maradona morreu aos 60 anos (1960-2020). A "dicotomia argentina" pode partir-se não em duas, mas em três perspetivas: Deus, diabo e Diego. Três argentinos a viver em Portugal à volta da argentinidade maradoniana.

Entre Deus e diabo, Diego escolheu a alegria. Maradona nasceu pobre e morreu rico. Ganhou jogos, campeonatos e o Mundial"86; a personalidade aditiva perdeu a maioria das lutas. Essa síntese de humanidade conquistou uma grande parte (dos povos) do mundo. Por isso, rivais e adversários deixaram de combater o imbatível e os sorrisos sobrepõe-se ao choro. Três argentinos a viver em Portugal encontram-se aqui, nestas páginas: um cozinheiro, um gestor e uma escritora. Chakall, Pablo Puey e Cristina Norton não concordam em tudo.

O chef Chakall, que atualmente gere três restaurantes em Lisboa (El Bulo Social Club, Chakburger e Refeitório Senhor Abel), fala da experiência mística de quando conheceu pessoalmente Diego Armando Maradona.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG