Exclusivo Conor McGregor. A polémica acompanha-o até ao fim

O irlandês que revolucionou as artes marciais mistas surpreendeu com o anúncio do final de carreira, algumas horas antes de ser divulgado que é suspeito de violação.

Crumlin, nos subúrbios de Dublin, é território de durões. Conor McGregor provou isso na pele. Habituado a ser alvo de bullying de rufias maiores, foi uma sova apanhada aos 11 anos que o fez ter a certeza do caminho que queria seguir: as lutas e as artes marciais, das quais anunciou agora retirar-se, aos 30 anos, depois de ter sido a primeira superestrela planetária de MMA (artes marciais mistas).

Uma história de sucesso que destapou também uma personagem excessiva, de verbo e temperamento desbragado, habituado a respirar polémicas no dia-a-dia. Como aquela que surgiu algumas horas depois de anunciar o ponto final na carreira, nesta terça-feira. Segundo avançou o The New York Times, McGregor está a ser investigado por alegada violação, em Dublin, onde terá sido mesmo detido em janeiro na sequência de uma queixa apresentada por uma mulher.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG