Premium May vs. Corbyn: quem terá a estratégia vencedora para o Brexit?

A primeira-ministra apresentou o seu plano, que incluirá a possibilidade de escolher um Brexit sem acordo ou pedir a extensão do prazo para negociar com Bruxelas. Já o líder da oposição abre a porta a um segundo referendo. Debate volta nesta quarta-feira ao Parlamento.

Ainda sem um novo acordo de Brexit à vista e com o relógio a continuar a andar, a primeira-ministra britânica antecipou-se para evitar uma nova derrota e a demissão de vários membros do governo, propondo um calendário que inclui a hipótese de votar numa saída sem acordo e num adiamento de todo o processo. Do lado da oposição trabalhista, Jeremy Corbyn quer passar o seu plano alternativo e, caso isso não aconteça, está disposto a defender um segundo referendo ao Brexit.

Theresa May enfrentava o risco de uma nova derrota nesta quarta-feira no Parlamento britânico, caso a emenda proposta pela deputada trabalhista Yvette Cooper - exigindo que o governo alargasse o prazo do artigo 50 e afastasse o cenário de um Brexit sem acordo - fosse aprovada. A mesma emenda já foi debatida no mês passado e perdeu por 23 votos, mas agora parecia ter até o apoio de vários membros do governo de May.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG