Exclusivo Nixon tocou piano e dançou

DN de 25 de setembro de 1970 dava conta do fim da crise na Jordânia, com a retirada dos tanques sírios que ameaçavam vir em socorro dos guerrilheiros palestinianos em conflito com o exército do rei Hussein.

O momento pedia celebração e o então presidente dos Estados Unidos não quis deixar passar a ocasião em branco. O "desanuviamento da situação no Médio Oriente", com a retirada das forças sírias a fazer os Estados Unidos respirar de alívio e permitindo que as unidades americanas estacionadas na Europa deixassem de "estar de prevenção", provocaria a reação que faria manchete do DN neste dia 25 de setembro de 1970.

"Nixon tocou piano e cantou para festejar o fim da crise", titulava este jornal, numa peça completa escrita a partir de Beirute, que dava conta de como os recentes acontecimentos haviam trazido um serenar de ânimos. Com o primeiro-ministro jordano demitido e desaparecido do seu hotel no Cairo, tratava-se do cessar-fogo em Amã, com o jovem rei Hussein - chegado ao poder com apenas 17 anos, depois do assassinato do avô - à cabeça.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG