Premium "O nacionalismo é um animal meio selvagem. Em vez de o abatermos, o melhor é domesticá-lo"

Professor de Relações Internacionais na Universidade Johns Hopkins, Yascha Mounk está em Lisboa para o lançamento do livro que foi considerado o melhor do ano pelo Financial Times.

Em Povo vs. Democracia, Yascha Mounk faz um diagnóstico sobre a erosão das democracias liberais e considera que algumas democracias estão a transformar-se em iliberais e outras em liberalismos não democráticos. Parte da solução passa pelo "nacionalismo inclusivo" e em restaurar uma "fé cívica" nas instituições democráticas.

Mounk, de ascendência judaica, nasceu há 37 anos em Munique, filho de pais polacos. Estudou História em Cambridge e doutorou-se em Harvard, onde começou a dar aulas. É agora docente na Johns Hopkins, em Baltimore. No dia em que o seu livro chega às livrarias, Yascha Mounk profere uma palestra na Nova SBE, em Carcavelos (18.30)

Ler mais

Exclusivos