Premium Uma Quaresma para o mundo

1. Uma ilustre catedrática da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto entrou em contacto comigo porque queria saber algo sobre a relação entre o jejum e a espiritualidade.

Lembrei-me então de que estamos na Quaresma. Ela é mais para os católicos, que durante 40 dias se preparam, pelo menos, deveriam fazê-lo, para a festa que constitui o centro do cristianismo, a Páscoa. De qualquer forma, animam-na ou devem animá-la valores que são universais, de tal modo que poderíamos fazer a pergunta: como seria o mundo, se tivesse anualmente a sua Quaresma, tendo na sua base esses valores: jejum, abstinência, oração, silêncio, esmola, sacrifício, conversão?

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG