Aconteceu em 1974 - Grécia: regresso a um governo de civis

A primeira página do DN de 24 de julho de 1974 dava destaque à queda da ditadura militar na Grécia.

"As Forças Armadas gregas decidiram, perante as circunstâncias excecionais que o país atravessa, entregar o poder a um governo político." Com a leitura deste comunicado na rádio chegavam ao fim sete anos de ditadura militar na Grécia. A notícia fazia manchete na edição de 24 de julho de 1974 do Diário de Notícias.

Ilustrada com uma fotografia de populares a celebrar nas ruas de Atenas a queda daquela que era conhecida como a ditadura dos coronéis, a notícia titulava: "Grécia: regresso a um governo de civis" e acrescentava: "O povo de Atenas aclamou a decisão".

No início do texto podia ler-se que o antigo primeiro-ministro Constantine Karamanlis, exilado em França, "foi chamado à Grécia pelo presidente" para formar "um governo de unidade nacional".

O governo militar começou na manhã de 21 de abril de 1967 com um golpe de Estado liderado por um grupo de coronéis do Exército grego. O poder passou a ser exercido por uma junta chefiada por Georgios Papadopoulos. O rei Constantino II, que subira ao trono em 1964, foi forçado a fugir do país em dezembro após uma tentativa de contragolpe.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG