Premium Aconteceu em 1989 - 30 anos de prisão para os homicidas do militante do PSR José Carvalho

José Carvalho foi esfaqueado à porta da sede do PSR, na Rua da Palma, em Lisboa, em outubro de 1989. Um ano e meio depois, o Tribunal do Monsanto condenou quatro skinheads pelo homicídio.

A 22 de março de 1991 o DN noticiava a condenação de quatro skinheads pelo assassinato de José Carvalho, militante e dirigente do PSR, que cerca de um ano e meio antes foi esfaqueado junto à sede do partido, na Rua da Palma, em Lisboa.

Pedro Grilo, considerado culpado pelo Tribunal de Monsanto pelo crime de homicídio, foi condenado a 12 anos de prisão. Américo Silva, Melchior Santos, e Gabriel Ferreira, condenados por coautoria no assassinato, foram sentenciados a sete, seis e cinco anos de cadeia, respetivamente.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG