Premium O que é? Há curas milagrosas? 7 respostas sobre cancro

Há um novo livro para doentes oncológicos e familiares que responde a várias perguntas fundamentais para ajudar a compreender o que é cancro e como se desenvolve. Chama-se 100 Perguntas sobre o Cancro.

Sabe exatamente o que é o cancro? É o mesmo que um tumor? Quanto tempo demora a formar-se? Como é que se pode prevenir? Apesar de ser uma das doenças mais conhecidas, e temidas, o cancro está envolto numa série de teorias e mitos, que induzem muitas pessoas em erro.

Para ajudar a compreender o que é a doença e a "acabar com mitos e meias-verdades", os espanhóis Daniel Closa, licenciado em Biologia, e Salvador Macip, médico, lançaram o livro 100 Perguntas sobre o Cancro. Investigadores na área das doenças oncológicas e autores de vários livros de divulgação científica, pretendem que a obra seja "uma referência para doentes e familiares que desejem saber mais sobre a doença e conhecer um dos enigmas biológicos mais complexos que existem". Das cem questões expostas no livro, o DN dá-lhe a conhecer sete.

Ler mais

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.