Premium Perin a caminho do Benfica. O guarda-redes das lesões graves que nunca deixou de ter pretendentes

O guardião italiano que chega hoje para assinar pelo Benfica rompeu os ligamentos dos dois joelhos em duas épocas consecutivas. Entre outras lesões esteve mais de 500 dias inativo mas foi sempre muito cobiçado. "É um dos melhores guarda-redes italianos e a baliza do Benfica fica bem entregue", diz Miguel Veloso, que jogou com ele no Génova.

Mattia Perin, de 26 anos, vai reforçar a baliza do Benfica e é esperado nesta quarta-feira em Lisboa para assinar um contrato válido por cinco temporadas com o clube da Luz (negócio incluiu a transferência do jovem benfiquista João Ferreira no sentido inverso). Nascido em Latina, a noroeste de Roma, o guarda-redes tem um longo historial de lesões, mas que nunca foram impeditivas de ter clubes interessados. Prova disso foi o facto de a Juventus o ter contratado ao Génova na temporada 2018-2019, quando Buffon saiu para o Paris Saint-Germain.

Desde a temporada 2010-2011, quando se estreou profissionalmente, Perin esteve mais de 500 dias parado devido a lesões. As épocas 2015-2016 e 2016-2017 foram autênticos calvários para o guardião internacional italiano, que sofreu mazelas muito graves que o deixaram bastante tempo fora dos relvados.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG