Premium O efeito borboleta da democracia

Nunca na história da humanidade se produziu, registou e conservou tanto conhecimento como no momento em que vivemos. E em momento algum da história do mundo se discutiu tanto sobre conceitos como democracia, liberdade, paz e desenvolvimento sustentável. Os avanços tecnológicos, nomeadamente nos meios de comunicação e através das redes sociais, permitem-nos uma troca de ideias em estado de ebulição quase permanente e à escala global. No entanto, creio por vezes que também nunca como agora se assistiu tão flagrantemente ao fenómeno da superabundância da informação estéril de conhecimento.

Paralelamente, a nossa crescente capacidade de comunicar globalmente não é acompanhada pela nossa capacidade de mobilização para uma resposta coletiva e efetiva a problemas sistémicos.
Temos como exemplo a questão das alterações climáticas. Há já décadas que a comunidade científica nos alerta para as consequências dramáticas do impacto das atividades humanas no planeta, nomeadamente a queima de combustíveis fósseis e as enormes quantidades de gases com efeito de estufa provenientes da mesma. Apesar destes avisos, e fazendo mau uso da liberdade que a democracia lhes proporciona, ainda subsistem correntes negacionistas que, cultivando a desinformação, tentam manipular o espaço democrático e polarizar a sociedade em torno de um debate infrutífero que tem apenas um desfecho possível - o rumo ao abismo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.