Premium "O Papa Francisco é tão popular fora da Igreja como dentro dela, o que é um grande elogio ao seu papel"

Em 2013, Bento XVI tornou-se o primeiro Papa a resignar ao pontificado desde o século XV. A sua coexistência com o sucessor, Francisco, já inspirou um filme, várias polémicas e suscita algumas questões ao funcionamento da hierarquia da Igreja Católica. As diferenças entre ambos são tanto de estilo como de substância.

Dois homens que resolvem divergências enquanto veem uma partida de futebol é uma ideia tentadora, mas mais cinematográfica do que real se ambos pertencem ao topo da hierarquia da Igreja Católica e as ditas divergências se referem a modos de viver a fé.

No filme Os Dois Papas, o realizador brasileiro Fernando Meirelles dá-nos a ver Joseph Ratzinger (Anthony Hopkins) e Jorge Bergoglio (Jonathan Pryce) em diálogo que inclui uns passos de tango, mas, como frisa o padre (jesuíta, como o atual Papa) Hermínio Rico, essa é uma "versão muito romanceada" dos acontecimentos e da relação entre os dois.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG