Premium Boris Johnson estica a corda da legalidade com a UE

Governo britânico passa primeira barreira parlamentar para aprovar legislação que entra em conflito com o acordo de retirada da UE, em especial a relacionada com a Irlanda do Norte.

Foram cinco horas de debate parlamentar a fazer lembrar tempos não muito distantes, embora com a limitação de lugares (intervieram cem deputados, com os parlamentares num constante entra-e-sai) e já sem John Bercow como presidente da Câmara dos Comuns. Mas desta vez as vozes dissonantes dentro do Partido Conservador foram insuficientes, de momento, para impedir a aprovação em primeira instância da controversa Lei do mercado interno: 340 deputados deram o sim, 263 recusaram a proposta, não sem antes o primeiro-ministro Boris Johnson ver os seus argumentos desfeitos por Ed Miliband.

Nos próximos quatro dias o Parlamento vai continuar a trabalhar o documento (que poderá receber emendas) antes de ir a uma última votação na Câmara dos Comuns e, por fim, ser discutida e votada na Câmara dos Lordes.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG