Premium O Fidesz de Viktor Orbán começou a cair em Budapeste

Oposição, do partido de extrema-direita Jobbik, ao Partido Socialista da Hungria, passando pelos liberais do Momentum, uniu-se contra o candidato do partido do primeiro-ministro Viktor Orbán, conseguindo eleger o candidato antirregime para a autarquia da capital húngara.

O Fidesz, Viktor Orbán e a sua democracia iliberal sofreram uma pesada derrota neste domingo ao ver eleito para presidente da Câmara de Budapeste o candidato da oposição unida, Gergely Karácsony, um cientista político liberal, de 44 anos.

Karácsony triunfou sobre István Tarlós, um aliado do Fidesz, que estava na liderança da autarquia da capital húngara desde 2010. O especialista em sistemas eleitorais, que também já foi presidente da Câmara de Zuglo, obteve 50%. O engenheiro de 71 anos, que também já fora burgomestre de Budapeste, ficou-se pelo segundo lugar com 44%.

Ler mais

Exclusivos