Exclusivo Cisão no Likud. Israel vai para as quartas eleições em dois anos?

Rival transformado em aliado relutante do primeiro-ministro, Benny Gantz está a pressioná-lo para aprovar o orçamento, tendo votado ao lado da oposição para antecipar eleições. Netanyahu enfrenta entretanto divisões internas no seu partido, com a saída de Gideon Saar para formar um novo partido

O ex-ministro da Educação e do Interior israelita Gideon Saar nunca escondeu o seu desejo de ser primeiro-ministro. Mas os militantes do Likud negaram-lhe a possibilidade de liderar o partido, nas primárias de dezembro de 2019, contra Benjamin Netanyahu.

Um ano depois, a estratégia é outra: acusando o Likud de ser "uma ferramenta para servir os interesses pessoais de Netanyahu", Saar acaba de lançar um novo partido - o Nova Esperança. E já há outros deputados dispostos a segui-lo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG