Premium Sánchez e Iglesias. O abraço após anos a chamarem "mentiroso" um ao outro

Pré-acordo para o governo de coligação é o ponto alto de uma relação que já esteve muito em baixo e que tinha tido até agora o seu auge no acordo para aprovar a moção de censura a Mariano Rajoy.

Um abraço entre o líder socialista, Pedro Sánchez, e o homólogo do Podemos, Pablo Iglesias, selou nesta terça-feira um pré-acordo de governo de coligação entre as duas forças políticas. Uma luz ao fundo do túnel para Espanha menos de 48 horas após os dois partidos terem perdido, em conjunto, dez deputados em relação às eleições de abril, quando após meses de negociações não foram capazes de desbloquear a situação política.

Este é o ponto alto da relação entre os dois madrilenos, Sánchez e Iglesias (o anterior tinha sido a moção de censura a Mariano Rajoy em 2018), que já teve, contudo, muitos baixos causados pela desconfiança entre ambos, que agora parece ter sido esquecida.

Ler mais

Exclusivos