Exclusivo Lisboetas universais: do Santo António à Severa, passando por Pessoa ou Amália

Nasceram em Lisboa, mas a dimensão da sua fama transcende em muito os limites da cidade e, em alguns casos, de Portugal. Na música, na poesia, nas artes e no desporto, são, cada um à sua maneira, muito mais do que nomes numa placa de rua.

Santo António

O povo venera-o e pede-lhe a intercessão com rezas e responsos, tratando-o com uma familiaridade que não tem com outros santos. Nascido em Lisboa em data incerta no final do século XII, Santo António foi, no entanto, um importante teólogo medieval, com estudos feitos na Ordem dos Cónegos Regulares de Santa Cruz, em São Vicente de Fora, e em Santa Cruz de Coimbra. Em Itália tornou-se franciscano e os seus dotes de oratória foram celebrados pelos seus pares. Entre os milagres que lhe são atribuídos conta-se que o Menino Jesus terá descido dos céus enquanto António rezava, o que justifica a omnipresença da sua figura ao colo do frade na iconografia antoniana. Morreu a caminho de Pádua, a 13 de junho de 1231.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG