Premium Bouteflika troca eleições por referendo. Ventos de mudança na Argélia

Os argelinos saíram à rua em festa após o anúncio de que Bouteflika não será candidato. Na prática, o presidente pode ficar no poder mais uns meses. Sucessor só será escolhido após nova Constituição ir a referendo.

As buzinas continuaram a ouvir-se nas cidades argelinas, mas desta vez para expressar a alegria e a esperança num novo rumo para o país. Uma multidão de todas as classes sociais e idades saiu à rua em ambiente de festa enquanto os automobilistas buzinavam. O presidente Bouteflika anunciara que não concorria às próximas eleições. "Os nossos protestos deram frutos. Vencemos os apoiantes do quinto mandato", disse o motorista de táxi Mohamed Kaci, de 50 anos, à Reuters.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG