Premium Aconteceu em 1944 - Nasce "a verdadeira festa do ano"

Todos os anos, sem interrupção, a festa aconteceu. A primeira, desenhada pelo DN, foi a 23 de dezembro de 1944. Só mais tarde passaria a ser transmitida pela televisão, acompanhando décadas de mudança no país (e até na tecnologia).

"Estranho público" este. São "pálidas crianças, mulheres sem força, velhinhos alquebrados, salas repletas de homens novos e soldados e marinheiros, gente de todas as condições, de todas as idades, dos mais diferentes pontos do país, doentes que passam as longas noites das enfermarias misturando nas meditações dos prolongados silêncios o desespero das suas dores com a nostalgia duma saudade do sol das ruas e do fogo acolhedor dos lares". É o público do Natal dos Hospitais, uma festa "de felicidade e de alegria", noticiava o DN, a 24 de dezembro de 1944. Um dia depois de o primeiro Natal dos Hospitais se estrear, sob a alçada deste mesmo jornal, que fundou o evento, no Hospital de Arroios - já demolido.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG