Premium Ribeiro e Castro defende que Portugal receba cristã paquistanesa Asia Bibi

Asia Bibi tornou-se um ícone das perseguições religiosas por ter bebido um copo de água. Foi absolvida do crime de blasfémia, punível com a pena de morte, após oito anos no corredor da morte. Mas se nem todos os países têm hordas a exigir o enforcamento de uma pessoa, há 70 em todo o mundo que têm leis que punem quem insulte o sagrado.

A Itália mobiliza-se para receber Asia Bibi. Nas redes sociais sucedem-se os apelos para a intervenção do governo e para assinar uma petição; no dia 20, os edifícios emblemáticos de Veneza vão estar iluminados de vermelho em homenagem à paquistanesa e aos cristãos perseguidos.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG