Premium Lockout laboral

Grande parte das greves hoje em Portugal são falsas. Quando aqueles que sofrem são trabalhadores e não patrões, quando beneficiam privilegiados à custa de desprotegidos, quando as verdadeiras razões são diferentes das declaradas, está em causa algo muito diferente. Parecem mais formas de lockout patronal do que greves.

A greve é uma antiga forma de luta, usada em situações extremas de conflito, com grande eficácia reivindicativa. Quase todas as conquistas históricas dos trabalhadores resultam dela, que sempre ocupou lugar central nas lutas sindicais. Hoje, porém, tais fenómenos são raros cá, e por razões óbvias: uma greve é sempre muito cara, para a empresa como para os trabalhadores. Por isso, ambos os lados preferem chegar a acordo, sem enveredar por choques que prejudicam todos.

Ler mais