Premium

Ciência

Do marcador para o cancro ao novo queijo da serra: a ciência do laboratório para a sociedade

Fazer um cientista pensar além do seu laboratório pode nem sempre ser tarefa fácil. Mas estes decidiram aliar a ciência ao seu espírito empreendedor. É o que a pós-graduação do ITQB faz com os investigadores do país.

André decidiu alargar a produção de enzimas para criar mais e melhor queijo, Joana e Isabel desenharam uma forma de combater os fungos, outros sonharam uma ferramenta para antecipar a deteção de cancro. Fazem ciência para responder especificamente às necessidades diárias da sociedade. São apenas alguns exemplos dos vários projetos que integram a pós-graduação Startup Research, que se apelida de inovadora em Portugal, com lugar no Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB), em Oeiras.

"Juntou-se a fome à vontade de comer." É assim que Miguel Santos, desenhador deste curso e o seu atual coordenador, explica o nascimento do projeto. A ideia desabrochou há dois anos apenas, fruto da vontade do instituto de criar um complemento aos programas doutorais já existentes. Mais do que pensar a ciência, quiseram vê-la trasladada para o mundo real, o que por norma não acontece nos doutoramentos.

Ler mais

Exclusivos