Premium Os valores e as histórias dos primeiros sponsors dos três grandes

A revigrés esteve 26 anos ligada ao FC Porto e o primeiro contrato foi de 11 mil contos. A Shell pagou ao Benfica 45 mil contos por duas épocas e a FNAC 14 mil ao Sporting. Desde a década de 1980 foram muitos os patrocinadores dos três grandes até à atualidade

Uma empresa de cerâmica com uma longa ligação ao FC Porto, os primórdios do Benfica com uma gasolineira e o contrato entre o Sporting a uma empresa de ares condicionados cujo dono era assumidamente benfiquista. Foram estes os primeiros patrocínios presentes nas camisolas dos três grandes portugueses, que só surgiram nos anos 1980, e que de então para cá foram mudando sucessivamente e passaram a ser uma boa fonte de receitas para os clubes. FC Porto, Benfica e Sporting trocaram várias vezes de patrocinador nas camisolas, e chegaram inclusivamente durante algumas épocas a exibir o nome da mesma empresa.

A maior ligação de um patrocinador a uma camisola de um clube português deu-se entre o FC Porto e a Revigrés, empresa de revestimentos cerâmicos. A entidade fundada pelo falecido Adolfo Roque esteve estampada na camisola dos dragões durante 23 anos (entre 1983 e 2006), ou seja, muitos jogadores não conheceram outra marca.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG