Premium "Vips deveriam vir a público mostrar que a doença não é um papão"

António Sampaio, psiquiatra, com mestrado em Neurociências, defende que deveria existir um movimento para que a doença bipolar deixasse de ser estigmatizada, como aconteceu com o cancro.

O que significa ser bipolar?
A perturbação bipolar tem depressões graves, de grande sofrimento, que alternam com períodos de expansibilidade e de grandeza, mas também de irritabilidade, a ideia de que o mundo não o entende. O sofrimento surge na fase depressiva mas também na de euforia. O doente gasta o que não tem, compra o que não precisa, torna-se irascível se é contrariado. Tem uma clarividência sobre as coisas e considera os outros pouco aptos para o acompanharem. Enerva-se.

Quais são as principais causas da doença?
A doença bipolar é considerada uma vulnerabilidade e está mais ligada a fatores genéticos, mas se houver um desencadeante - um despedimento ou a perda de uma pessoa -, entra-se numa depressão profunda. Ao entrar nessa depressão, pode desencadear uma fase maníaca e está feita a doença bipolar.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG