Premium "Podemos esperar turbulência e instabilidade política em São Tomé"

No próximo domingo, 97 342 eleitores são-tomenses são chamados às urnas. A escolha de um povo em crise é entre o atual primeiro-ministro, Patrice Trovoada, ou o líder da oposição, Jorge Bom Jesus.

Depois de quatro anos sob a governação de Patrice Trovoada, da Aliança Democrática Independente (ADI), São Tomé e Príncipe está em crise económica e de emprego e nas mãos de credores estrangeiros. O arroz escasseia, empresas, construtoras e bancos fecharam, o desemprego aumentou, a esperança minguou.

No próximo domingo, 97 342 eleitores são-tomenses são chamados às urnas para eleger os seus representantes nas eleições legislativas, autárquicas e regionais.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG