Exclusivo Aconteceu em 1990 - Gorbachev fala em pluripartidarismo na URSS

A 6 de fevereiro de 1990, o DN noticiava a pretensão do presidente soviético de legalizar partidos adversários do Partido Comunista da União Soviética.

Cerca de três meses depois da queda do Muro de Berlim, a União Soviética (URSS) atravessava um período de reestruturação económica e de abertura política, levada a cabo pelo presidente Mikhail Gorbachev, na procura de reerguer o país.

A 6 de fevereiro de 1990, o DN noticiava que o líder soviético tinha afirmado ter chegado a altura de o Partido Comunista disputar com outros partidos o direito de governar. "O Partido tenciona lutar pelo papel de partido dirigente, mas fá-lo-á rigorosamente no quadro do processo democrático, rejeitando todo o tipo de vantagem legal ou política. O partido apresentará o seu próprio programa, pô-lo-á a discussão e cooperará com outras forças sociais e políticas", disse, durante uma intervenção na reunião do Comité Central do Partido Comunista da União Soviética (PCUS).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG